Guerra Brasílica

Você está aqui

Home / Curiosidades / Guerra Brasílica

Curtidas

0

Compartilhe:
Por Rainer Gonçalves

A Guerra Brasílica, também conhecida como guerra do açúcar, foi uma estratégia militar utilizada em 1630, quando os holandeses atacaram o nordeste brasileiro a fim de se fixarem na região com interesse no comércio açucareiro. Liderados por Matias de Albuquerque, os luso-brasileiros, bem como os negros e indígenas, planejaram inúmeras guerrilhas contra os holandeses e batizaram o local onde se reuniam de Arraial do Bom Jesus, cuja função foi de posto central de apoio às guerrilhas realizadas até 1654.

Ao perceber que as expedições estavam fracassando, Albuquerque utilizou a estratégia da Guerra Lenta já que não conseguiria proteger a capitania de Recife por muito tempo. Em 1633, o forte dos Afogados foi derrubado, o que deu livre acesso aos holandeses. Em 03 de julho do mesmo ano, Albuquerque partiu juntamente com sua tropa e os moradores da região que ainda lá permaneciam para evitar um confronto violento de retirada dos luso-brasileiros.

Em 1635, a Espanha enviou trinta navios para reforçar a segurança holandesa no território conquistado em casos de levantes. Sob o comando de Maurício de Nassau, em Pernambuco os holandeses derrotaram os focos de resistência dos nativos na região conquistada, mas somente em 28 de janeiro de 1637 o conselho político admitiu a conquista de Nassau, que estabeleceu um novo regime de governo na região.

Substituiu os vereadores portugueses pelos magistrados e subdividiu as capitanias em distritos, locais onde as câmaras neerlandesas se fixariam posteriormente. Durante o governo de Nassau, o Brasil foi nomeado de Idade do Ouro já que a paz entre luso-brasileiros e os neerlandeses se estabeleceu. Em 06 de maio de 1644, Nassau deixou o governo, pois foi promovido ao cargo máximo da administração, tornou-se a maior autoridade do local.

Em 1654, houve a Guerra de Restauração, período em que o exército luso-brasileiro conseguiu reconquistar alguns territórios e expulsou definitivamente o domínio neerlandês do Brasil, em 27 de janeiro.