Guerra do Paraguai | Guerra da Trípice Aliança

Você está aqui

Home / Idade Contemporânea / Guerra do Paraguai | Guerra da Trípice Aliança

Curtidas

0

Compartilhe:

Foi o mais sangrento e maior conflito armado internacional já ocorrido no continente americano. Teve incio em dezembro de 1864 e seu término se deu em março de 1870. Também é conhecido como Guerra da Trípice Aliança, pois o Brasil aliado com a Argentina e com o Uruguai venceram o Paraguai. O Brasil havia enviado proximadamente 160 mil soldados à guerra, dos quais cerca de 50 mil não voltaram.

Já o no Paraguai calcula-se que morreram entre civis e militares cerca de 300 mil pessoas. No entanto a perda do Uruguai e da Argentina foram em torno de 50% de suas tropas. Antes da Guerra o Paraguai estava se desenvolvendo a pleno vapor, mas com sua derrota acabou se tornando um dos países menos desenvolvidos da América do Sul.

Muitos historiadores dão como causador da guerra à ambição do ditador Francisco Solano Lopes, que tinha como objetivo expandir o território paraguaio e obter uma saída para o Oceano Atlântico, através dos rios da Bacia do Prata.

O ponta pé inicial para o inicio do conflito se deu quando Lopes começou a criar vários obstáculos impostos as embarcações brasileiras que se conduzia para o Mato Grosso através da capital paraguaia. Almejando a província de Mato Grosso, o ditador Lopez valeu-se da frágil defesa brasileira naquela região para difundir-se e conquistá-la.

Consegui fazer isso sem muitas dificuldades, após esta batalha, sentiu-se motivado a dar continuidade à expansão do Paraguai através do território que era pertencente ao Brasil. Seu alvo imediato foi o Rio Grande do Sul, no entanto, para atingi-lo, precisava passar pela Argentina. Então, atacou e tomou Corrientes, província argentina que, naquela ocasião, era governada por Mitre.

Determinados a não mais serem ameaçados e dominados pelo ditador paraguaio, a Argentina, o Brasil e o Uruguai em 1° de maio de 1865 através de acordo conhecido como a Tríplice Aliança uniram suas forças. A partir deste momento, os três paises combateram juntos para reterem o Paraguai, que foi derrotado na batalha naval de Riachuelo e também no conflito de Uruguaiana.

A guerra teve duração de seis anos, entretanto, o Brasil já no terceiro ano via-se em grandes obstáculos para com a organização de sua tropa. Pois além de enfrentarem o inimigo, os soldados brasileiros tinham que lutar contra o falta de comunicação, de alimentos e ainda contra as epidemias que os derrotavam na maioria das vezes.

Diante deste quadro, Caxias foi convocado para liderar o exército brasileiro. Sob seu comando, a tropa foi reorganizada e conquistou inúmeras vitórias até chegar a Assunção no ano de 1869. Embora ter obtido grande êxito, a última batalha foi comandada pelo Conde D`Eu (genro de D. Pedro II). Finalmente, no ano de 1870, a guerra chega ao seu término com a morte de Francisco Solano Lopes em Cerro Cora.