Jules Rimet e a primeira Copa do Mundo

Você está aqui

Home / Idade Contemporânea / Jules Rimet e a primeira Copa do Mundo

Curtidas

0

Comentários

0

Compartilhe:
Por Tales dos Santos

Por Tales Pinto

Jules Rimet foi o presidente da Fifa que organizou a primeira Copa do Mundo de futebol da história e tinha por objetivo unir os povos dos dois hemisférios em torno do esporte bretão. Tal objetivo decorria do caráter do francês. Rimet, nascido em 1873, atuava em sua juventude contra as desigualdades sociais, sendo politicamente ligado à democracia cristã.

Jules Rimet e a Copa do Mundo que levaria seu nome anos após a sua morte.*
Jules Rimet e a Copa do Mundo que levaria seu nome anos após a sua morte.*

No âmbito esportivo, criou, em 1897, o Red Star Club, um conjunto poliesportivo destinado à participação de operários, buscando estimular neste clube aberto um convívio igualitário. Mas para levar este ideal de confraternização à Fifa ainda demoraria um tempo.

A Fifa foi criada em 21 de maio de 1904, com o objetivo de coordenar as diversas associações nacionais e uniformizar as regras do jogo. Os países-membros iniciais foram a França, Bélgica, Dinamarca, Holanda, Espanha, Suécia e Suíça, sendo que a Inglaterra, berço do futebol, entraria na instituição apenas um ano depois.

Rimet foi eleito presidente da Federação Francesa de Futebol em 1919, sendo que antes já havia tentado elaborar projetos para a organização de uma competição envolvendo diversos países praticantes do esporte. A dificuldade principal era o conflito bélico em torno da Primeira Guerra Mundial. Depois do fim do conflito, Rimet tentou utilizar o esporte como meio de diplomacia entre os países que estavam anteriormente em guerra. Tal situação foi dificultada pelo fato de os países rivais dificilmente se enfrentarem. Isso ocorria apenas com as equipes dos países aliados. Mas mesmo com as dificuldades, ele não se afastou de seu objetivo.

Em 1º de março de 1921, Rimet foi eleito presidente da Fifa, com o objetivo principal de realizar uma Copa do Mundo. Os Jogos Olímpicos de Paris, realizados em 1924, reforçariam a sua defesa do caráter diplomático do esporte, podendo se transformar em um meio de difusão dos princípios de paz e confraternização. Durante a competição, o futebol apresentado pela equipe do Uruguai encantou os espectadores e mostrou também que havia no país da América do Sul uma população apaixonada pelo esporte. Rimet percebeu que poderia ser neste país o local para a realização da primeira Copa do Mundo.

Em 1925, Rimet se encontrou com o embaixador uruguaio Enrique Buero, em Genebra, na Suíça. O uruguaio gostou da ideia apresentada pelo francês de que o país sul-americano poderia sediar a primeira Copa do Mundo. Mas precisaria antes convencer os demais membros da Fifa a realizarem o evento e escolherem o Uruguai como sede.

Para o convencimento dos dirigentes havia o desafio de realizar um projeto muito bem estruturado, principalmente no aspecto financeiro, que não causasse prejuízos à Fifa. Rimet organizou a formação de uma comissão, composta com o intuito de elaborar o projeto para a realização do evento. Apresentado em 26 de maio de 1928, ele estipulava que para a realização da Copa do Mundo seria dada uma garantia financeira pelo país organizador, que consistia no pagamento das despesas de viagem e estadia dos participantes da competição.

Entre os países que disputaram a eleição para serem o país sede estavam Hungria, Itália, Holanda, Espanha, Suécia e Uruguai, sendo este último o escolhido. Pesou a favor do Uruguai principalmente o fato de ter sido bicampeão olímpico em 1924 e 1928, e por estar comemorando, em 1930, o centenário de sua independência. Para a competição, o Estado uruguaio inclusive construiu um imenso estádio para receber as partidas mais importantes da competição. Com 108 mil lugares, o estádio Centenário seria o palco da grande final entre os rivais Argentina e Uruguai. Os presentes no estádio ficaram em festa com a comemoração da vitória uruguaia por 4 a 2. Colocando nas mãos do capitão da equipe uruguaia Nazzazi a Copa do Mundo, Jules Rimet mostrou ao mundo o troféu de ouro que anos mais tarde receberia seu nome.

* Créditos da imagem: Olga Popova e Shutterstock