Declínio - Vitórias sobre ruínas

Você está aqui

Home / Maia / Declínio - Vitórias sobre ruínas

Curtidas

0

Comentários

0

Compartilhe:
Por Rainer Gonçalves

Declínio

Vitória sobre ruínas

Em 1523, quando os espanhóis chegaram à península de Yucatán, o império maia era apenas uma sombra do que fora outrora.

Os maias já se encontravam em decadência na época do embate. Mesmo assim, os europeus traziam outro trunfo nas caravelas: os cavalos. Os cavalos eram poucos, mas cobertos de arreios de guerra semeava, o terror entre o povo.

Os maias de Yucatán resistiram até 1546. Logo após, foram submetidos ao trabalho forçado, perderam gradativamente sua identidade cultural e a população primitiva foi praticamente destruída.

Aliados invisíveis

Além do poderio bélico, os conquistadores contaram com aliados inesperados: os vírus e as bactérias. Os europeus trouxeram várias cepas de doenças, como; varíola, tétano, enfermidades pulmonares, intestinais e outras.

O sistema imunológico dos nativos que sobreviveram às balas não resistiu à varíola, a primeira epidemia a parecer.
O contato com os espanhóis gerou ema epidemia de doenças infecciosas, como a varíola, o que ajudou a derrubar a resistência dos maias.

Civilização Maia