Mesoamérica - Riqueza e Poder

Você está aqui

Home / Olmeca / Mesoamérica - Riqueza e Poder

Curtidas

0

Compartilhe:

Riqueza e poder na Mesoamérica

Entre 900 e 400 a.C., o centro do império olmeca foi La Venta, cidade erguida em uma enorme planície na região do atual estado de Tabasco, no México.

Nesse período, viviam em todas as cidades olmecas cerca de 350 mil pessoas.
A agricultura era a base da economia. As colheitas eram generosas. Ao longo das margens dos rios fertilizadas pelas cheias, plantava-se milho, feijão, abóbora e chili.

A caça e pesca era complementava a dieta, além de da coleta sistemática de frutas e tubérculos silvestres. A agricultura era do tipo coivara, com a prática de queimadas para limpar o terreno e adubá-lo com as cinzas para o próximo plantio.

As práticas comerciais tornaram a sociedade hierarquizada, com sofisticada organização política e social. Além de integração, havia migração entre as cidades e nasceram novos tipos de profissionais, como escultores lapidadores e outros.

Civilização Olmeca