Queda dos Sumérios

Você está aqui

Home / Suméria / Queda dos Sumérios

Os sumérios conseguiram desenvolver uma das primeiras e mais prósperas civilizações da Mesopotâmia
Os sumérios conseguiram desenvolver uma das primeiras e mais prósperas civilizações da Mesopotâmia

Curtidas

0

Compartilhe:
Por Cláudio Fernandes

Por Me. Cláudio Fernandes

A civilização suméria chegou a promover, por volta de 3000 a.C., uma verdadeira revolução urbana na região da Mesopotâmia, tendo construído cidades importantes como Ur e Uruk, guardadas por fortalezas que as privavam de investidas de outros povos. Entretanto, por volta de 2350 a.C., essa civilização ruiu, dando espaço para a ascensão dos acádios, que constituíram um poderoso império na Mesopotâmia, cujo principal líder foi Sargão, o Grande.

A organização das cidades-estado sumérias acontecia em torno de um chefe político, o Patesi, que assegurava a administração da economia, a segurança e os rituais religiosos da comunidade. Com os períodos de seca que começaram a assolar a região da Mesopotâmia na época da última dinastia sumeriana, o poder dos Patesi passou a ficar enfraquecido, sobretudo em razão da pressão de povos nômades, que ameaçavam adentrar e pilhar as cidades sumérias. Os amoritas eram uns desses povos, que mais tarde fundaram o Império Babilônico.

Os acádios, que eram de origem semita e migravam do deserto da Síria, procurando fugir da grande seca, instalaram-se ao norte da zona de domínio dos sumérios e lá começaram a afirmar-se rapidamente, elaborando seus próprios meios de subsistência e de organização política e militar. Foi a partir dessa posição de influência sobre a civilização enfraquecida que os acádios conseguiram conquistar a civilização suméria e subjugá-la.

A formação do Império Acádio preservou muito elementos da organização sumeriana, mas os elementos mais profundos da cultura dessa civilização, como sua língua, foram pouco a pouco desaparecendo.